terça-feira, 3 de maio de 2011

Faz-me espéce, prontos!

Eu que sou uma pariga que gosta de observar o comportamento social, faz-me "espéce" as pessoas que estão constantemente a falar ao telemóvel e por tempos infindáveis.

- Com quem será que estão a falar?
- Será que são sempre pessoas diferentes ou será sempre a mesma?
- Porque é que falam baixinho e arrastam a voz parecendo que estão a namorar, ainda que a conversa seja sobre a plantação de batatas no Burkina Faso?
- Porque é que 90% dos assuntos abordados nesses telefonemas são de índole tão urgente como por exemplo: Discussão da regra número 13 no folheto de instruções do jogo Uno!
- O que tanto têm para conversar?
- Terei eu que cuidar melhor da minha vida social?


Já agora, vale a pena pensar nisto!






P.S.: Nunca mais me hei-de esquecer, da colega de escola que fingia constantemente estar a falar ao telemóvel. São traumas que ficam!

Sem comentários:

Enviar um comentário