domingo, 15 de julho de 2012

De cara lavada #5

Há muito tempo que queria ver o meu quarto de branco. Não necessariamente as paredes, mas sim os móveis. Amante que sou de decoração estilo Escandinavo, não podia estar mais sedenta disso.

Sempre que comentava que queria pintar a mobília, começando por pequenas peças, diziam-me:
- "Ah porque isso não é fácil"
- "Ah porque não é com qualquer tinta que pintas isso e só um profissional o pode fazer"
- "Ah não te metas nisso porque isso custa para cima de um dinheirão".

No inicio fazia algum sentido aquilo que ouvia, mas depois de algumas pesquisas percebi que haviam muitas pessoas a fazer esse tipo trabalho em casa, com resultados bastante positivos. O problema é que haviam poucas que explicavam o processo, para que eu pudesse ter uma ideia de como começar.
(Estilo: materiais usados, tempo de mão-de-obra, marcas/tipos de tinta, opiniões, dicas, etc...)

Ainda assim, não quis saber de papagaiadas e decidi pôr mãos à obra com as informações que consegui recolher.

O mais "urgente" para mim era pintar a secretária.
Queria ter um espaço de trabalho apetecível, estimulante e calmo. Uma "tela em branco" para poder trabalhar e dar asas à imaginação.

Consegui-o em 2 passos!

Antes
 
O 1º passo é o mais chato: Lixar

Acho que é um trabalho que pode ser feito por uma pessoa, mas o ideal é ter ajuda.
É que para além do trabalho directo, é necessário desmontar as peças, transportá-las, limpá-las, procurar os materias necessários, etc.

Eu confesso que não participei muito nos processos mais mais pesados como este, porque trabalho durante a semana e chego tarde a casa. Como tal, tive uma grande ajuda que estando disponível, adiantou sempre bastante trabalho.

 
 
Materiais:
-Lixa fina 220
Avisos: Não lixar dentro de casa sob pena de no final, em lugar do recheio da casa, vislumbrarem apenas um manto branco. Acho por bem usar-se mascara!


2º passo: Pintar

Aconselhei-me numa loja de tintas e vernizes que tem acompanhamento técnico e expliquei o que pretendia fazer.
Pelas pesquisas que tinha feito antes, achava que precisava de um primário para colocar antes de aplicar o esmalte, mas na loja explicaram-me que não era necessário, desde que tivesse concluído bem o primeiro passo.
Dentro da cor branca, mostraram-me 3 tipos de acabamento que eu podia escolher:
Brilhante, Acetinado e Mate.
Escolhi o Acetinado, porque foi o que me pareceu mais natural.

Na Internet todos aconselhavam trincha para pintar, mas na loja disseram-me que o rolo servia perfeitamente, era mais rápido e mais fácil. Comprovou-se.

 
 

Foram dadas duas demãos de tinta e no final alguns retoques.

Materiais:
-1L de esmalte CIN (menos de 10€)
- Rolo.
Aviso: Cuidado com o tempo de secagem pois é bastante demorado (ver informação na lata).


Et voilà...

Depois

A gaveta da secretária ainda não tem o puxador porque estava a pensar comprar um mais giro!
Lembro-me de ter visto uns bem originais na Zara Home (podem vê-los aqui: AQUI), mas gostava de saber onde posso encontrar mais puxadores originais. Terei que averiguar!

Estou tão contente com o resultado.
Adoro a minha "nova" mesa de trabalho, que tenho intenção de manter sempre assim, clean!



E é isto! Para quem tem vontade de mudar a cor da mobília, mas ainda não sabe como fazê-lo ou ainda não ganhou coragem, sinta-se à vontade para se motivar aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário